O Brasileirão Chega ao Fim

Bem amigos do Blog Arredonda, estamos de volta para comentar o fim do Campeonato Brasileiro de 2012.
Não pessoal, não fiquei louco! Acontece que ao término da 34ª rodada todas as disputas possíveis e interessantes (não me vê venham com papo de que o objetivo é uma vaga para a Sulamericana!) já estão definidas.
Tabela Brasileirão 2012 - 34ª Rodada
Na briga pelo título o Fluminense com o empate em 1 a 1 contra o São Paulo no Morumbi abriu 9 pontos de vantagem para o Atlético-MG, que perdeu para o bom time do Coritiba por 1 a 0 na capital paranaense. Faltando 4 rodadas uma vitória do Tricolor das Laranjeiras que enfrenta o (virtual) rebaixado Palmeiras no Rio sacramenta, matematicamente, o título para o time carioca.
Os 4 que irão se juntar ao Palmeiras (!) e ao Corinthians na Libertadores do ano que vem também já são conhecidos após o empate do Botafogo e a derrota do Inter e Vasco.
São eles: Fluminense, Atlético-MG, Grêmio e São Paulo.
Apenas uma catástrofe improvável trará alguma alteração nos times que ocupam as 4 primeiras posições.
A única definição são os times que vão direto para a fase de grupos do torneio continental e escaparão de algum Tolima que possa atravessar o caminho na fase classificatória. A tabela teoricamente mais fácil aponta para uma inversão entre Grêmio e Atlético-MG, porém acredito que tudo ficará como está. Com relação ao São Paulo, a divisão de atenção entre a Sulamericana, o confronto direto com o Grêmio fora de casa e os 4 pontos de desvantagem para o Tricolor Gaúcho o descredencia para a briga pelo vice campeonato Brasileiro (e classificação direta para fase de Grupos da Liberta).
Na parte de baixo da tabela tivemos a confirmação do que todos já sabiam! O Atlético-GO confirmou a queda para 2ª divisão após perder para o Corinthians.
O Figueirense pode ter seu rebaixamento confirmado já na próxima rodada, já que perdeu por 1 a 0 para o Flamengo (há de se ressaltar neste jogo os 2 gols estranhamente anulados do time catarinense). Para isto basta que Portuguesa e Bahia apenas empatem seus jogos.


Ainda na rabeira da classificação, o Palmeiras ganhou uma sobrevida na competição após o empate heróico contra o Botafogo nos minutos finais do jogo que foi disputado em Araraquara. O time do Parque Antártica não tem chances matemáticas de ser rebaixado na próxima rodada, porém devemos ter esta confirmação no fim de semana seguinte. Não bastasse a tabela mais difícil do que seus “concorrentes” diretos pela vaga na série B, o Palestra está numa fase complicada em que a bola insiste em não entrar e erros individuais estão prejudicando qualquer tentativa de reação coletiva.
Dos times que brigam para se livrar do rebaixamento, o Sport é aquele que vem apresentando um melhor futebol nas últimas rodadas. Porém a diferença de 4 pontos para o 1º time fora da ZR (Bahia e Portuguesa estão empatados) e os jogos contra o Fluminense e Naútico, nos Aflitos na última rodada, tornam a missão do Leão quase que impossível.
Para Portuguesa e Bahia basta vencer um jogo e empatar outro para garantir a permanência na série A do Brasileirão.
Os demais times já estão em ritmo de férias, ou com a cabeça do outro lado do mundo, e estão contando nos dedos as rodadas restantes para o fim do campeonato, já que não tem nenhuma ambição na competição.
Enfim caros leitores, essa é a minha opinião com relação à reta final do Campeonato, que por sinal foi um dos mais polêmicos dos últimos tempos e, ao contrário das últimas edições, será decidido antes da rodada final. Isso é claro se não tivermos a intervenção do STJD mais uma vez (isso é assunto para outro post).
Abraços e até a próxima!
Leia Mais

Brasileirão 2012: Momentos Decisivos

O Brasileirão este ano começou de forma atabalhoada, como todos os anos, devido as outras competições que estavam acontecendo ao mesmo tempo, Libertadores para alguns e Copa do Brasil para outros. Com a devida prioridade dada por cada clube, vimos alguns se afundarem no Brasileiro e lutarem para se recuperar. Alguns, como o Palmeiras e o Coritiba, ainda estão lutando.

Já estamos na 26º rodada do campeonato, e esse é o momento decisivo, esse é o momento que os times que estão bem mostram se terão folego para o resto do campeonato, os que estavam irregulares se vão conseguir evoluir e os que estavam mal se vão conseguir se recuperar. É agora que o poder de superação aparece.

As próximas 5 ou 6 rodadas nos dirão muito sobre quem vai terminar no topo, e quem vai cair.

Algumas Análises

Atlético Mineiro
Desde o começo eu defendia que a incrível arrancada do Galo era irreal, que esse time não iria sustentar a posição da tabela. Não pretendo desmerecer o trabalho, pois acredito que com um time limitado, o Cuca fez um excelente trabalho, reabilitou o Ronaldinho, revelou o Bernard, trouxe o Pierre de volta aos holofotes e ajudou o Réver a chegar a Seleção. Entretanto o elenco não é forte o suficiente para aguentar o ritmo, uma excelente classificação para a Libertadores coroará acima das expectativas o trabalho realizado.

Fluminense
O Fluminense sempre esteve em destaque esse ano, é um dos times com o melhor elenco do Brasil, e desde o início o Arredonda propagou que estaria entre os primeiros, inclusive apostamos no Vice Campeonato por parte do Flu. Além do poder econômico que permite que tal elenco seja montado, acredito no excelente trabalho de planejamento do diretor Rodrigo Caetano, inclusive já lhe dediquei um merecido post. O Flu não parou, veio crescendo ao longo do campeonato e acredito que esteja no auge agora, seus destaques já conhecidos, como o artilheiro Fred, os maestros Deco e Thiago Neves, o injustiçado Diego Cavalieri, o consistente Jean e a revelação Wellington Nem. Comandados por Abel Braga, acredito que temos um campeão.
Fundamentais para o Flu
Grêmio e Vasco
Ambos os times são bastante fortes e continuarão a brigar pelas melhores posições, entretanto o trabalho de Luxemburgo no Tricolor Gaúcho passa mais segurança, o time não é brilhante mas é efetivo, e simplesmente se recusa a perder no Olímpico perante a sua torcida. Enquanto o Vasco viveu seu auge logo após a Libertadores, cresceu muito e agora parece estar perdendo fôlego, deve continuar brigando mas sem muita eficiência.
Acredito que o primeiro garante vaga na Libertadores e o segundo não.

São Paulo, Internacional e Botafogo
Esses três times fizeram um campeonato irregular até aqui, sempre na briga, mas sempre vacilando em momentos chave, possuem elencos fortes, que não rendem o esperado. Desses, o Botafogo é aquele que está um pouco atrás dos outros dois, mas que continuará a trazer problemas e lutar, comandado por Seedorf o time poderá surpreender.
O Tricolor Paulista viveu momentos estranhos no campeonato, trocou de técnico e finalmente parece estar melhorando, acredito que o time engrenará agora, a própria torcida parece acreditar mais no time e está aumentando a presença no estádio. O trio de ataque, Lucas, Osvaldo e Luis Fabiano estão afinados.
O Colorado possui, para mim, o melhor elenco entre esses 3, entretanto não demonstra isso sempre e continua a perder pontos sem sentido. Esse é o momento do time se unir e jogar com mais vontade, é o único jeito de disparar e brigar pela Libertadores.

Será que vai?
Acredito que São Paulo e Inter irão brigar pela vaga na Libertadores até a última rodada, e o Botafogo deverá ficar logo atrás. Aposto no Tricolor Paulista.

Corinthians
Não há tanta necessidade de falar do único time do campeonato que não almeja nada, já classificados para a Libertadores, o time de Tite joga para treinar para o Mundial. Entretanto cito o Timão por que continua a ser um dos times mais fortes do campeonato e por isso vem arrancando pontos de todo mundo, dos times a sua frente na tabela, apenas o São Paulo não perdeu pontos.

Palmeiras
O time alviverde sofreu, apanhou, chorou, reclamou da arbitragem, da diretoria, do técnico. Tudo já aconteceu com o Palmeiras nesse Brasileirão, a esperança vem e vai na velocidade da luz. A situação é ruim, muito ruim, mas não impossível, seu elenco não é tão ruim quanto a tabela mostra, mas também não dá sinais de que quer provar o contrário. Marcos Assunção e Barcos são peças chave na recuperação do time, além do Mago Valdívia, e não estão dispostos a disputar a Libertadores lá da Série B. Não acredito que o Campeão da Copa do Brasil caia.
Ele já caiu....
O Brasileirão caminha para seu desfecho, apesar de ainda ter muito futebol para jogar, não acredito que teremos grandes mudanças na tabela, ou algum time que surpreenderá muito a ponto de chocar. Infelizmente estamos assistindo um dos Brasileirões menos disputados da história dos pontos corridos, o que não tira o brilho do campeonato.

Aguardemos as próximas rodadas!
Leia Mais

Universidad do Chile - Los de Abajo

Los de Abajo? Não mais!

Você já ouviu falar de “La U”? Não? Se o seu time disputou a Libertadores nos últimos, então você provavelmente já ouviu falar.

Em 2008, na volta do meu intercâmbio pela Austrália e Nova Zelândia, onde só se falava em Rugby e Cricket, eu estava sedento por uma partida do bom e velho futebol. Na minha curta estadia de 3 dias em Santiago, não resisti, cheguei num domingo pela manhã e, mesmo depois de 13 horas de viagem, perguntei para o dono do hostel se haveria algum jogo no Estádio Nacional do Chile naquele dia. Ele não teve tempo de responder. Lá do fundo, um empolgado hincha chileno gritou "LA U!!! Vamos a la cancha brasileño!!!".



No começo eu não entendi muito bem, achei que seria um jogo da Universidad Catolica, e fiquei decepcionado quando ele me falou que era a Universidad do Chile que iria jogar, e não o Colo Colo. Pra mim o Universidad do Chile era daqueles “times saco de pancada” da fase de grupos da Libertadores. Mal sabia eu, que estava prestes a conhecer um dos maiores times da América do Sul, e ainda, assistir ao vivo a despedida de uma das maiores lendas do futebol sulamericano: “El Matador” Marcelo Salas.

No primeiro jogo das oitavas de final do Apertura de 2008, o Cobreloa havia ganho por 2 a 0, mesmo assim “Los de Abajo”, como se auto intitulam os fanáticos torcedores da maior torcida do Chile ocuparam mais de 30 mil lugares do lindíssimo Estádio Nacional, com vista para os Andes. O time não tem estádio, e por isso é motivo de chacota dos torcedores do Colo-Colo e da Católica. Também não tem Libertadores e não tinham títulos internacionais até então (qualquer semelhança com outro time brasileiro que também está bem na Libertadores é mera coincidência).
Los de Abajo fazendo festa!
Meu amigo hincha me contava exaltado sobre o time, que tinha Marcelo Salas como grande esperança de gols. Logo no início do jogo o Cobreloa fez 1 a 0, o que obrigaria La U a ganhar por 4 a 1. Mesmo assim, a torcida não parou um minuto sequer, e o time foi pra cima, virou o jogo ainda no primeiro tempo, e Salas fez 2 nesse jogo. Mesmo no fim do jogo (3x2 para La U) quando sabiam que não havia mais chances, “Los de Abajo” cantaram algo que ficou na minha memória:

Aunque no ganemos en la cancha 
Esta hinchada no te dejara ( ni cagando ) 

Es tan grande lo que llevo adentro ( sentimiento ) 
Que no lo podemos evitar 
Te alentare 
Aunque vayas perdiendo 
Te seguire 
Esa locura no la parare 
Yo soy del bulla 
Y no me queda ni una duda 
Que es la mejor 
La del leon

E assim se despediram com orgulho do ídolo Marcelo Salas, praticamente ignorando a eliminação nas oitavas de final do Apertura. Em outra música, diziam ter certeza de que voltariam a ser grandes um dia. E de fato, foi o que aconteceu.
Marcelo Salas, ídolo.
Depois de 2008 “Los Leones” ressurgiram como uma das maiores forças do futebol sulamericano. Em 2009 ganhou o Apertura e deu trabalho para o Fluminense na Sulamericana. Mostrou sua força na Libertadores 2010, quando eliminou o Flamengo e só caiu frente ao Chivas na semi-final. Em 2011, La U ficou conhecida como “O BARCELONA DAS AMÉRICAS”, e não foi à toa. Atropelou grandes clubes do Brasil e da Argentina, ganhou o Apertura e o Clausura Chileno e o mais importante, não pode mais ser chamado de time caseiro pelos rivais, já que ganhou a Copa Sulamericana.

Durante esse período vitorioso, revelou jogadores como Montillo e Vargas. O time atual joga pra frente, se classificou em primeiro no grupo 8 da Libertadores 2012 e só foi eliminado na Semifinal pelo Vice Campeão Boca Juniors. Hoje, o diferencial da La U não é um grande jogador, e sim a força do entrosamento da equipe, que embalada pela torcida joga pra frente e praticamente não perde em Santiago. E quem poderia ter dado esse espírito ofensivo para a equipe senão ele? O técnico Marcelo Salas, que foi substituído esse ano pelo argentino Jorge Sampaoli.

Momento histórico da despedida de Salas

Esse é meu primeiro post no Arredonda! Gostaria de parabenizar os criadores pela qualidade do blog, principalmente porque é escrito por quem verdadeira ama o futebol ! Espero contribuir mais vezes.

Abraços!
Paulo Gouvêa

Editado por: Danilo Picucci
Leia Mais

AC Milan: Uma temporada para esquecer?

Berlusconi: nunca preocupado.
A Europa está em crise, e a Itália é um dos países em pior situação financeira, isso afeta diretamente todas as esferas do país, desde o trabalhador rural até as grandes empresas, e dessa forma não poderia deixar de afetar também o futebol. E esse é um dos motivos para estarmos presenciando um dos elencos mais fracos do Milan nas últimas 2 décadas.

Esse é um dos mais vitoriosos times da história do futebol, sendo atualmente, junto com o Boca Juniors, o time com a maior quantidade de títulos internacionais do mundo, segundo a FIFA. Hoje vive uma situação triste, devido ao aperto financeiro necessário após uma sequência de resultados ruins do próprio Milan e também da empresa que é sua maior acionista.

Na janela de transferências que se fechou dia 31 de agosto, vimos uma série de jogadores de qualidade inquestionável deixarem o Milan, e ao mesmo tempo assistimos sua diretoria contratar outros jogadores de qualidade duvidosa. O que faz com que todos nós, amantes do bom futebol, fiquemos imaginando aonde um time do tamanho do gigante rossoneri pretende chegar nessa temporada.

Saídas
Os dois melhores (ex)jogadores Rossoneri
Entre os jogadores que saíram, se incluem alguns veteranos que já não possuíam mais o vigor físico para continuar em alto nível pelo Milan, e portanto saíram, possibilitando uma renovação do elenco, Alessandro Nesta, Gatusso, Van Bommel, Zambrotta, Pippo Inzaghi e Seedorf estão incluídos nessa lista. Além dos emprestados Aquilani e Maxi López que retornaram para seus times.
Mas além dessa necessária renovação, alguns dos melhores jogadores do elenco foram negociados pela diretoria, deixando a torcida extremamente insatisfeita e com medo do futuro. Antonio Cassano foi trocado por Pazzini(+€7M) da Internazionale, Ibrahimovic, artilheiro do time foi vendido por €21M para o Paris Saint-Germain e finalmente, o Capitão, ídolo da torcida e considerado melhor zagueiro do mundo, Thiago Silva, foi também vendido ao PSG por €42M.

Entradas

Para compensar tamanhas perdas do elenco, a diretoria do time de Milão se moveu rapidamente, mas ao contrário das expectativas, decepcionou a todos com suas contratações. Foram trazidos dois jovens inexperientes goleiros, Gabriel, que veio do Cruzeiro e Pazzagli da Fiorentina, para a defesa Acerbi do Genova custou €4M e Cristián Zapata do Vilarreal veio por empréstimo, para o meio de campo Traoré e Montolivo vieram de graça, Kévin Constant veio por empréstimo e Nigel de Jong valeu €5M aos cofres do Manchester City. Para o ataque, além do já dito Pazzini, vieram ainda os jovens Niang do Caen e Bojan Krkic, cria do Barcelona que pertence a Roma, por empréstimo.

Quase no fim da janela ainda tivemos que ver o Zé "Love" Eduardo(ex-Santos) esnobando o Milan, ao ser requisitado que o mesmo fizesse testes técnicos no Milan antes de assinar contrato por empréstimo, o consolo é que o jogador acabou indo parar no fraco Siena.

Pazzini(a direita) brilhando na 2ª rodada, 1º Hat Trick no Milan.
Com essas contratações, mais o elenco que ficou, a diretoria do Milan acredita ser capaz de superar a forte e entrosada Juventus na Serie A, comandada pelo craque Pirlo, e ainda ir longe na Liga dos Campeões, onde teve a sorte de cair em um grupo relativamente fácil. Eles acreditam que pode ser um excelente ano.

Não sou tão otimista quanto o Adriano Galliani, e acredito que o Milan deve sofrer bastante este ano com seu elenco limitado, não é um time fraco o suficiente para temer o rebaixamento, mas tenho sérias dúvidas de que irá até mesmo brigar pelo Scudetto. Acredito que os torcedores irão apagar essa temporada de suas memórias.

O que você acha? E qual você acha que deve ser a escalação ideal do Milan com o atual elenco?
Leia Mais

Seleção Brasileira: qual o critério Mano?

Hoje foi anunciada a convocação da Seleção Brasileira para os dois amistosos que serão realizados em território nacional. Os jogos acontecerão nos dias 7 e 10 de Setembro, contra a Africa do Sul e a China, respectivamente.
Essa é a 1ª convocação depois da Prata nas Olimpíadas, e por algum motivo foram convocados apenas 22 jogadores, ao invés dos comuns 23, e estranhamente o Mano chamou 3 goleiros, além de outras bizarrices, como 3 laterais esquerdos e apenas 1 direito e também apenas um meia-armador e 5 volantes.

Será que teremos uma belíssima escalação com 4 volantes em campo? 

Goleiros

Aqui cabe repetir, por que em uma escalação de 22 jogadores, o nosso treinador chamou 3 goleiros? Por que não dar a 3ª vaga para um muitíssimo necessário meia-armador a mais?
Jefferson mereceu a convocação, tem feito partidas muito consistentes, e há quase 2 anos é tido como um dos melhores goleiros atuando nos gramados brasileiros. Diego Alves também, é um bom goleiro que vem atuando em altíssimo nível no campeonato espanhol há alguns anos já, infelizmente tem poucas oportunidades como titular. O estranho no ninho fica por conta de Cássio, sua convocação é estranha e questionável, apesar de ser um bom goleiro, campeão da Libertadores e peça importante da conquista, ainda não é titular de seu time nem há 6 meses, outros goleiros tão ou melhores que ele vem atuando em alto nível há mais tempo e são estranhamente esquecidos pelo técnico, como por exemplo, Diego Cavalieri e Fernando Prass.

Seleção do Brasileirão 2011
Defesas

Aqui foi uma convocação feliz e fácil do Mano, chamando os consistentes e unânimes Thiago Silva, David Luiz e Dedé, os três fazem parte de 95% da opinião pública, e com razão, já que são excelentes defensores. Alguém já parou para pensar em uma possível escalação com 3 zagueiros?
Réver é a convocação diferente, mas nunca estranha, o zagueiro do Galo mereceu voltar a ser chamado, alternando boas, ótimas e excelentes atuações há mais de 2 anos, é uma opção que não pode nunca ser esquecida.


Laterais

Nesse setor do campo creio que o Mano se equivocou, provavelmente trocou os nomes na hora da conferência, não sei. Mas nada me convence que é uma boa ideia chamar um 3º lateral esquerdo somente porque ele também 'pode' atuar pela direita. Marcelo e Daniel Alves, como sempre, mereceram a convocação e é difícil imaginar uma escalação em que eles não estejam presentes.
O pobre do Alex Sandro foi queimado pelo treinador nas Olimpíadas, mal usado, saiu deixando a impressão de que não é bom o suficiente, imagino que o Mano esteja chamando-o como um pedido de desculpas.
O Adriano não é um grande jogador, ele apenas atua em um grande time, e mesmo no Barcelona, continuará sendo banco, com a chegada do promissor Jordi Alba. Creio que o Mano quis testá-lo e para não deixar de chamar o Alex Sandro, enfiou goela abaixo dos torcedores a desculpa de que ele pode jogar pela direita também. Onde fica o Maicon nessa história? E o Rafael?

Meias

Se você já viu a escalação já sabe, foram 5 volantes convocados, cinco! E apenas um armador.
O polivalente Ramires e o substituo de Ganso, Oscar são figuras carimbadas e não é surpresa que voltem a ser chamados, agora companheiros de time no Chelsea, torçamos para que os dois se entrosem como nunca. Eu torci pela convocação do Rômulo, o garoto jogou bem nas Olimpíadas e merece outras oportunidades, tem muito potencial, por outro lado gostaria que o Sandro ficasse de fora, pelo menos até que voltasse a atuar bem pelo seu clube, mas como eu disse no post anterior sobre as Olimpíadas, duvidava seriamente que o Mano o deixasse de fora.
Paulinho e Arouca foram boas convocações, ambos vem jogando muito bem por seus clubes há um bom tempo já, e o primeiro mereceu voltar, enquanto o segundo finalmente terá a sua 1ª chance de defender a amarelinha, vamos ver o que podem dar para a Seleção.
Fica a nota aqui de que na vaga do 3º goleiro poderia ter sido chamado outro armador, como por exemplo, Diego do Werder Bremen e Willian do Shaktar. Não faz sentido deixar o Oscar sem reservas.



Atacantes

Creio que não preciso falar nada sobre Neymar, Lucas e Leandro Damião, os 3 são convocações unânimes, e junto com o Oscar, as 4 maiores promessas brasileiras. Hulk fez por merecer sua vaga, lutou como nunca nas Olimpíadas, e sua vontade de vencer transpira enquanto ele joga, deixá-lo de fora seria um crime.
Finalmente, Jonas, o último convocado. Não vou negar que ele mereça essa nova oportunidade, vem jogando muito bem desde que chegou no Valência, sendo decisivo e marcando alguns golaços de tempos em tempos. Entretanto não acredito que ele seja jogador suficiente para a Seleção, creio que ele apenas esteja vivendo uma excelente fase. Infelizmente, com a convocação dele, outros jogadores que deveriam ter oportunidades ficam de fora, como por exemplo o Fred, que ficou indignado com o treinador, e com razão.

Uma homenagem de um fã com os melhores momentos do Jonas no Valência
Tem outro aqui, com os melhores no Grêmio!

Vamos esperar os próximos jogos para ver o que o Mano irá nos trazer de surpresas, e continuar torcendo para esse time finalmente ter a cara de uma Seleção Brasileira digna!

Leia Mais

Manchester United, a renovação de um gigante!

Dia 15 de Agosto foi anunciado oficialmente pelo Manchester e pelo Arsenal a contratação definitiva do maior craque dos Gunners, Robin Van Persie, por €30 milhões. É um valor alto para um jogador de 29 anos, mas também um investimento certeiro, já que o atacante artilheiro vem sendo destaque da Premier League há anos.
Anúncio da contratação: Sir Ferguson e Van Persie
Na temporada passada os Diabos Vermelhos viram sua hegemonia finalmente ameaçada na cidade de Manchester, após 4 décadas sem ver seus rivais como campeões da Premier, o City conseguiu se reforçar o suficiente para voltar aos títulos, além do título da Champions conquistado pelo Chelsea. Vendo essa situação, o United não se conformou e foi atrás de reforços para voltar ao topo da Inglaterra.
Até agora já são 4 reforços que entram para reforçar setores estratégicos do time, Nick Powell, Shinji Kagawa, Angelo Henriquez e Robin Van Persie.

Angelo Henriquez é um jovem atacante chileno de 18 anos, revelação da Universidad de Chile, o garoto foi destaque da seleção chilena sub15 em 2009, passou a ser titular de seu time em janeiro de 2012, e até sua contratação havia disputado 21 jogos e marcado 12 gols como profissional. O jovem vem como uma aposta para o futuro, e deve ser o único que não integrará o elenco por enquanto. Deverá ser emprestado, provavelmente para próprio Universidad do Chile, ou algum clube inglês menor, para poder se adaptar a vida européia.

Nick Powell é outro jovem de 18 anos, meio campista integrante da seleção sub18 da Inglaterra, estava atuando pelo Crewe Alexandra, time que disputa a 4ª divisão inglesa, na temporada passada marcou 14 gols em 38 jogos pelo time. Contratado por £6 milhões, o garoto é parte fundamental do planejamento de longo prazo do clube, visto como subsituto para Giggs e Scholes, que em algum momento em breve terão que se aposentar.

Shinji Kagawa, meio campista japonês de 23 anos, foi definitivamente a melhor contratação dos Diabos, considerando o custo-benefício, com valor não divulgado, mas estimado em €17 milhões, Kagawa foi fundamental no bicampeonato alemão do Borussia Dortmund, e saiu tão barato por que seu contrato acabaria em julho de 2013. Dono de uma técnica e visão de jogo apurados, além de uma capacidade de passe excelente e uma movimentação constante em prol do time. Será também um excelente investimento de marketing no mercado japonês, assim como Park Ji-Sung foi na Coréia do Sul. Reforçará o meio campo, e não tenho dúvidas que será titular na equipe.


Por último, a contratação de maior repercussão, Robin 'The Dutchman' Van Persie vem para ser titular da equipe de Manchester, sua contratação foi muito comemorada pelos torcedores dos Diabos, e muito criticada pelos fãs do Gunners, que estão tratando o jogador como traidor por ter saído para um dos maiores rivais. Com seu faro de matador e excelente técnica, será essencial para o sucesso do clube nas próximas temporadas.

Com essas contratações, imagino que Sir Alex Fergunson jogará com: De Gea; Rafael, Evra, Ferdinand e Vidic; Anderson(Carrick), Ashley Young, Kagawa e Nani; Rooney e Van Persie. Ainda terá no banco Phil Jones, Valencia, Ryan Giggs(A Lenda!), Paul Scholes, Chicarito Hernandez, entre outros.

Com esse time e o resto do elenco, o Manchester United volta a estar no topo das apostas de todas as competições que disputará, e dessa forma poderá apagar da memória a péssima campanha européia da temporada passada, que só não foi pior por que o time disputou o título do campeonato inglês até a última rodada.

Para finalizar, alguns dos melhores gols já marcados pelo holandês durante seu tempo no Arsenal:

Podemos esperar bons momentos dos Diabos Vermelhos!
Leia Mais

Seleção Olímpica 2012 - A Prata, novamente.

Esse sábado assistimos a final masculina do futebol, onde a nossa Seleção Olímpica, comandada por Mano Menezes foi derrotada, e novamente o Brasil ficou sem a tão sonhada medalha de Ouro, o único título 'expressivo' que a amarelinha não possui.

A Campanha

A Seleção não fez feio, apesar de ter sofrido em alguns jogos que deveriam ter sido mais fáceis, a campanha foi boa e tenho certeza que alguns jogadores saíram satisfeitos de Londres, jogadores como Rômulo, Leandro Damião e Hulk fizeram jogos consistentes e com certeza não serão esquecidos, no futuro, pelo treinador da Seleção.
O time começou a campanha pressionando e assustando os adversários, não a toa, nos 3 jogos da fase de grupos marcamos gol nos primeiros 20 minutos de partida, impondo ritmo de jogo e controlando o meio campo.
Na fase seguinte, o Brasil não conseguiu impor essa pressão em nenhum dos jogos, contra Honduras, vimos um time tecnicamente inferior dominar o meio campo e atacar o jogo todo nas avenidas que existiam nas costas de Marcelo e Rafael, o Brasil teve que buscar o empate duas vezes e finalmente virar o jogo. Méritos para Leandro Damião, que dominou o ataque brasileiro.
O jogo contra a Coréia do Sul foi considerado pela maioria como o pior momento da seleção, apesar da vitória por 3x0, o time de Mano Menezes foi completamente dominado boa parte do 1º tempo, e graças ao Thiago Silva o time conseguiu segurar as pontas na defesa. Novamente Damião brilhou no ataque.
Neymar, com marcação tripla na Final
Contra o México, a seleção teve o azar de começar atrás devido a um erro de imaturidade do Rafael, mas o maior problema foi a falta de criatividade brasileira, os volantes e a defesa do México impediam toda a criação de jogadas brasileiras e o talento individual era anulado por marcações duplas, as vezes triplas. Com uma seleção inferior tecnicamente, mas superior taticamente, o México venceu o Brasil por 2x1. E finalmente ficou nítida a incapacidade de Mano Menezes de mexer no time de forma a superar uma adversidade, a entrada do Hulk foi apenas uma correção, já que Alex Sandro entrou jogando adaptado em uma posição que ele desconhecia, e as outras duas alterações foram inúteis, colocando mais gente no ataque(Pato e Lucas) e deixando o meio de campo sem criação de jogadas, que era o que o Brasil precisava.

O Time

Quanto ao elenco, houveram pontos positivos e pontos negativos. O time não está tão longe do possível elenco da Copa do Mundo de 2014, ainda faltam confirmar algumas posições e obviamente os reservas do elenco, mas não tenho dúvidas que o Mano já tem um time basicamente definido na cabeça.

Obviamente um goleiro mais experiente será convocado, Neto e Gabriel ainda precisam evoluir muito para realmente serem goleiros de Seleção. Infelizmente o Rafael perdeu uma excelente chance de se firmar, apesar de também ser limitado na minha opinião, até hoje fez excelente jogos quando convocado. 
Na defesa falta definir o 2º nome, temos excelentes opções, como David Luiz e Dedé, e até bons jogadores ainda não testados, como Réver por exemplo. Thiago Silva é incontestável. O Marcelo precisa provar que não é mais um moleque, parar de perder a cabeça em momentos tensos durante os jogos e aprender a marcar melhor. Na direita, Rafael e Danilo seguem sendo boas opções, mas a titularidade deverá mesmo ser de Maicon ou Daniel Alves.

Os volantes são um problema, há pouca consenso sobre quem deveria ser a dupla de Ramires, Hernanes é um nome citado, mas que não esteve bem pela seleção nas escassas oportunidades, Lucas Leiva é o nome que parece estar na cabeça do Mano, mas Paulinho e Ralf devem ser testados também. Sandro apesar de não ter feito uma boa campanha é nome certo na cabeça de Mano Menezes, e espero que o Rômulo continue a ter chances, fez uma excelente campanha na minha opinião, considerando sua idade.

Hulk e Damião aproveitaram
No meio campo de criação, Oscar destronou PH Ganso, que após fazer corpo mole nos treinos não chegou nem a jogar, o próprio Mano revelou que ele não tinha problemas físicos, e agora sua carreira está em um momento crucial, mas no momento, ele não merece nem estar em um time grande, quanto mais na seleção. Lucas continua sendo um bom banco, mas precisa crescer ainda, espero que o PSG lhe traga boas coisas. Continuaremos vendo testes nesse setor, aposto inclusive na convocação de Kaká novamente. Willian do Shaktar merece uma convocação.

No ataque, Damião conseguiu provar novamente que é decisivo, só não estará na Copa se um desastre ocorrer. Pato segue sendo opção, mas precisa resolver seus problemas físicos. Hulk fez também uma excelente campanha, merece estar na seleção só pela vontade que demonstra em campo. Neymar continua sendo cobrado para ser o Messi brasileiro, patamar que ele não atingiu ainda, e pode ser que nunca chegue. Mas continua sendo decisivo, cria muitas jogadas e participa bastante, muitas das críticas são de pessoas que fecham os olhos e não enxergam que ele é um garoto em formação ainda.

Espero que essa cena não se repita em 2014
O Ouro não veio, mas talvez seja melhor assim, pois dessa forma ninguém fechará os olhos para os problemas que a Seleção apresenta, não estou totalmente infeliz com esse time, mas confesso que não vejo como um time campeão.
Depois dessa Olimpíada, confirmei minhas suspeitas de que o Mano Menezes não é um bom treinador para a Seleção, sua incapacidade de treinar um time que não passa o dia a dia juntos me assusta. Parece ter pouco conhecimentos das reais capacidades de cada um dos seus jogadores, ver ele improvisar o Alex Sandro em um setor que temos excelentes opções me pareceu loucura.

Infelizmente é o que temos para hoje, resta a todos nós, torcer.
Leia Mais

Editorial - Ausência e Retorno

Estivemos ausentes.

O Arredonda e seus poucos colaboradores tiveram um período conturbado e por azar, calhou de acontecer tudo ao mesmo tempo. Mas pouco importa, estamos aqui, não paramos e os posts voltarão a ser escritos.
Pedimos desculpas e agradecemos a todos que continuaram visitando o Blog.

Passado Recente

Champions League: a emocionante final da Liga dos Campeões deu o título ao Chelsea, Drogba se consagrou e entrou para a história do time londrino. E o Bayern vai ter que recolher os cacos e lutar novamente esse ano para provar que tem um dos melhores times da Europa. Veja o Pré-jogo do Arredonda!

Libertadores: o Corinthians conseguiu, finalmente, o tão sonhado título da Libertadores. Em dois jogos onde não faltaram emoções, o time paulista dominou o poderoso Boca Jrs. e colocou na sala de troféus, um dos poucos que faltavam. Aqui cabe dizer, o Arredonda já sabia!


Copa do Brasil: o Palmeiras surpreendeu seus próprios torcedores e garantiu o mais importante Troféu do time em muitos anos. Com uma união comum em elencos vitoriosos do Felipão, o time batalhou como nunca nas semifinais contra o Grêmio e nas finais contra o Coritiba e mereceu o título.


Ligas Européias: Juventus, Real Madrid e Borussia Dortmund confirmaram seus títulos, que já eram esperados algumas rodadas antes do final das respectivas ligas nacionais. Ainda tivemos o incrível final da Premier League, onde o Manchester City finalmente voltou ao posto mais alto da Inglaterra, e isso faltando 5 minutos para o final do jogo. O Arredonda já havia falado sobre o possível título do City! E também sobre a Vecchia Signora, a Juventus de Turim!


Agora estamos na janela de transferências européia e ao mesmo tempo mudando o foco para o Brasileirão.
O ano promete, será que dessa vez o Galo Mineiro sai da fila?

Estamos acompanhando as Olimpíadas também, será que dessa vez a Seleção Olímpica traz a medalha de ouro?

Até breve!

Leia Mais

Libertadores - A volta do bicho-papão da América

Em tempos de mata-mata da Libertadores, tornou-se comum, ao ver seu time avançar de fase, ouvir na mídia a seguinte expressão: “(...) avançou e agora enfrentará o temido Boca Juniors”. O pior é que a frase, que às vezes pode parecer exagerada, sempre se confirmou na prática, por aquele que é, sem dúvidas, o time mais ‘osso duro de roer’ da América do Sul.


Os times brasileiros que o digam! É extensa a lista de clubes brasileiros que já foram eliminados pelo Boca em alguma fase da Libertadores ou na final da competição: Cruzeiro, Atlético MG, Corinthians, Flamengo, Palmeiras, Vasco, Paysandu, Santos, São Caetano, Grêmio e Fluminense (ufa!), todos têm histórias ruins pra contar quando o assunto é Boca Juniors na Liberta.

A história e a tradição do Boca Juniors ajudam a contar porque o time é tão temido e tão vitorioso na América do Sul. O Boca sempre foi um time que primou pela raça e vontade de seus jogadores em campo e o apoio de sua apaixonada torcida (parecido com o que é o Corinthians aqui no Brasil). Na Libertadores, o que impressiona é a frieza e eficiência com que o time joga a competição, independente da geração de jogadores. A impressão que fica é que todo jogador, ao chegar no Boca, recebe um curso de ‘Como se jogar a Libertadores’. Apesar de, ao longo da história, possuir grandes craques em seu plantel, o Boca nunca foi de apresentar um futebol plástico e vistoso; sempre fez um jogo de forte marcação, eficiência ofensiva e muita raça, características essenciais para um time que almeja conquistar o maior torneio da América. Tudo isso sem contar a força de sua já famigerada torcida, que lota La Bombonera e transforma o estádio em um verdadeiro inferno para os adversários.

O temido La Bombonera
Após conquistar quatro títulos da competição no início do século (2000, 2001, 2003 e 2007), o Boca ficou alguns anos sem chegar às fases finais da Libertadores e, nesse tempo, chegou a viver um período de crise. Porém, a partir da temporada 2011, a equipe se reergueu. Comandada pela experiência e classe do meia Riquelme, e ajudado por outros nomes experientes, como o goleiro Órion e o zagueiro Schiavi, além de jovens valores, como o meia Erviti e o atacante Mouche, o Boca venceu o torneio Apertura e, na Libertadores 2012, já chegou à semifinal, com uma campanha quase impecável. Foram 7 vitórias, 2 empates e apenas uma derrota, que ocorreu na primeira fase. O clube ainda não perdeu fora de casa, o que demonstra sua tradicional eficiência na competição. Destaque para o já citado Riquelme, que além de ser o maestro da equipe, é o artilheiro do time na competição ao lado de Mouche, com 3 gols. 

O Maestro Riquelme em ação
Curiosamente, a única equipe que venceu o Boca nesta edição, o Fluminense, foi sua última vítima, nas quartas de final. Vale destacar que toda vez que o Boca venceu a Libertadores, deixou pelo menos um brasileiro pelo caminho. E dessa vez a equipe vem forte, jogando seu habitual futebol de resultados, e derrubando qualquer time que apareça pela frente, rumo a mais uma final de Libertadores. Pior para o Universidad do Chile, seu próximo adversário. 


Pior ainda para Santos ou Corinthians, um de seus adversários na final!



Leia Mais

Fique de Olho! - Gaston Ramirez

Nos últimos anos a seleção do Uruguai surpreendeu o mundo com suas excelente exibições e desempenho nas principais competições mundiais. Conquistaram um 3º lugar histórico na Copa de 2010, tendo seu principal jogador, Diego Forlán, eleito o melhor jogador da Copa, ainda foram campeões da Copa América em 2011, sem contar os excelentes resultados de suas seleções de base.



Tudo isso fez com que começassem a destacar o excelente trabalho da Federação Uruguaia de Futebol, que vem sendo realizado a quase uma década para formar jogadores capazes de defender a seleção em altíssimo nível. Desse mesmo trabalho de base surgiu  Gaston Ramirez.


Ramirez iniciou sua carreira no Peñarol, aos 18 anos, grande revelação da base, começou a ter oportunidades no time principal durante o campeonato Apertura de 2009, e já em 2010 ajudou seu time a ser campeão do Clausura, marcando 6 gols. Um olheiro italiano logo notou o talento do jovem meia ofensivo, e recomendou o jogador para o Bologna, que em julho de 2010 pagou 5,5 milhões de euros para ter um dos integrantes da seleção do Uruguai. Na seleção, Gaston ainda não teve muitas oportunidades, devido ao fortíssimo elenco da azul celeste, mas é constantemente convocado.

Ramirez com a 10 da Celeste
No Bologna, as qualidades do meia começaram a ser rapidamente destacadas, jogador bastante rápido, costuma receber a bola e acelerar o jogo, para depois executar um belo chute ou um passe nas costas da defesa. Iniciou a carreira jogando como meia ofensivo pelo meio, mas no Bologna se acostumou a ser utilizado como ponta, jogando pelos lados do campo, espaço onde ele exibe sua habilidade com alguns dribles desconcertantes.

Ao final da 1ª temporada, Ramirez já tinha oportunidades para se mudar para um clube maior, ou poderia assumir a camisa 10 do Bologna e ser titular, fez a escolha sábia e ficou no clube italiano, de forma a se consolidar nos gramados europeus. A escolha foi acertada, com 33 jogos no Campeonato Italiano, 8 gols e 5 assistências depois, Gaston agora possui diversas oportunidades grandes em vistas, Roma, Inter, Sevilla, Juventus e Atlético de Madrid são alguns interessados, e o Liverpool é tido como o único com uma proposta oficial, no valor de 16,5 milhões de Euros.

Vejam um de seus dribles incríveis aos 2:10

Tudo indica neste momento que Gaston Ramirez, aos 21 anos, está pronto para dar o salto, e se mudar para um dos grandes clubes europeus, já está jogando em um nível elevado e ainda tem muito potencial para crescer. Não tenho dúvidas que em em 2 ou 3 temporadas estaremos vendo o jovem Uruguaio, que já é chamado de Kaká uruguaio no Reino Unido, comandando o meio campo de algum grande clube.

Ficaremos de olho!

Leia Mais

Libertadores - Quem Vai Conquistar a América?

Amigos amantes do mundo da bola, como vocês sabem nesta quarta e quinta serão definidas as semifinais do torneio mais importante da América, a Copa Santander Libertadores.

Após o término da Champions, com a brilhante conquista dos Blues, todas as atenções se voltam para o torneio Sul Americano afim de saber quem, teoricamente, vai enfrentar o Chelsea em Dezembro no Campeonato Mundial de Clubes da FIFA, que este ano será disputada no Japão (em 2013/2014 o torneio será disputado em Marrocos).
Será que algum time brasileiro leva a taça este ano?
Crédito da Imagem: Fox Sports
Irei analisar rapidamente os confrontos e os times envolvidos para que vocês possam saber o que esperar para os jogos desta quarta, e para os próximos confrontos.

Abrindo a rodada das quartas de final, teremos simplesmente Fluminese x Boca Juniors as 19h30 no Engenhão. O Flu terá problemas para esta partida já que não irá contar com seu artilheiro, Fred, e seu principal jogador nesta temporada, Deco, ambos lesionados. Como se não bastasse, o Tricolor das Laranjeiras terá que quebrar uma invencibilidade do Boca na competição, já que os Xeneizes estão invictos jogando fora de La Bombonera (são 3 vitórias e 1 empate). Para ir as Semis, o Tricolor das Laranjeiras irá apostar na força da torcida e, principalmente na força de sua bola parada. Vale lembrar que seus últimos 3 gols, inclusive os gols da classificação para as Quartas contra o Inter, saíram de cobranças de falta ou escanteio. Aposto numa classificação do Boca.

Terminado o jogo do Flu, partiremos direto para Corinthians x Vasco as 22hs. Este talvez seja o confronto mais equilibrado, tanto na parte técnica quanto pela parte emocional. Na partida de ida um 0 a 0, disputado em um São Januário enlameado lembrando os jogo de várzea aos domingos, deu ao Vasco a condição de jogar por um empate com gols. Outro ponto a favor do time cruzmaltino é o poder de decisão individual de alguns de seus jogadores como Alecssandro, Juninho, Diego Souza, Felipe e Fernando Prass. Já o Timão terá na força da Fiel o combustível necessário para que Paulinho, Ralf, Danilo, Alex e Sheik coloquem em funcionamento o melhor meio campo do país. Mesmo sendo corintiano, acredito numa classificação vascaína, já que o time do Rio começa o jogo levando a decisão para os pênaltis e com o passar do jogo o emocional do time do Pq. São Jorge poderá pesar contra.

Após uma bela noite de sono para nos recuperarmos das fortes emoções vividas, quinta, 20h, o Santos encara o Vélez Sarsfield na Vila Belmiro, tendo que reverter o placar de 1 a 0 sofrido na Argentina. Dos 4 jogos, teoricamente, o peixe é quem tem a missão menos difícil, já que o Velez possui uma das equipes mais fracas tecnicamente dentre os 8 times que disputam estas quartas de finais e ainda conta com o poder de decisão de PH Ganso (se estiver com vontade de jogar) e Neymar, que com certeza vai infernizar a vida do menino Peruzzi, que marcou (e muito bem) a jóia santista no jogo de ida. Além disso o Peixe irá contar com seu caldeirão fervendo para intimidar os argentinos. Mas é bom o time santista não confiar demais nesses diferenciais e ir para a partida concentrado, pois o Velez não é um time bobo, e além da vantagem conseguida em território argentino ainda conta com o bom lateral esquerdo Papa, o rápido meia atacante Martínez, o centroavante Obolo (os 3 participaram do gol do El Fortín) e com o experiente zagueiro Sebá Domínguez (quem diria!), que além de comandar a boa defesa do time argentino ainda sobe ao ataque para fazer seus golzinhos.
O jovem craque terá que ser decisivo novamente
Enfim, para acabar com o sofrimento de todos, Universidad de Chile e Libertad jogam às 22h30, com o time chileno precisando apenas segurar o 0 a 0 para passar a próxima fase. O Libertad é o time mais fraco tecnicamente destas quartas e depende das jogadas criadas pelo lateral esquerdo improvisado na meia, Miguel Samudio, além das bolas aéreas com o volante recém contratado pelo Flamengo, Cáceres. Do outro lado, o time paraguaio irá enfrentar o 'Barcelona das Américas' (apelido dado ao time chileno após a campanha na Sulamericana de 2011, onde foi campeão invicto) que, mesmo após perder sua referência no ataque, o atacante Eduardo Vargas, que se transferiu para o Napoli da Itália, vem apresentando um bom futebol, bem abaixo se comparado com o ano passado, e se classificou após uma estrondosa goleada por 6 a 0 frente ao Deportivo Quito.

Bom, para estes dois últimos confrontos confio que Santos e Universidad do Chile passam, deixando as semifinais da Copa Santander Libertadores da seguinte maneira:

Santos x Vasco
Universidad de Chile x Boca Juniors

E você, o que acha?


Leia Mais

Liga dos Campeões: O Jogo (Não) Tão Esperado!!!

Sábado, dia 19 de maio de 2012 as 15:30, horário de Brasília, o mundo vai parar para ver a grande decisão da Champions League deste ano.
O grande jogo que todos imaginávamos seria entre Real Madrid e Barcelona, porém quiseram os Deuses da bola que Chelsea e Bayern de Munique decidissem quem é o melhor time europeu da temporada 2011/2012.
A não tão esperada Final!
Os Blues conseguiram a classificação após segurar o Barcelona durante 180 minutos. O time londrino promoveu uma retranca poucas vezes vistas no mundo da bola, chegando até a formar uma linha com 6 jogadores na entrada da área e 3 jogadores na meia-lua deixando o final do segundo jogo com uma cara de partida de handebol.

Enquanto, o time Bávaro promoveu uma disputa de igual para igual com o time merengue, tão igual que ao final dos 2 jogos a vaga para a grande decisão foi decidida nos pênaltis. E foi nessa hora que a estrela do goleiro alemão Neuer brilhou ao defender as cobranças de CR7 e Kaká, além de assistir a cobrança de Sergio Ramos sair do Santiago Bernabeú.

O artilheiro competente Mario Gomez
O jogo promete ser eletrizante, pois é a grande chance de Chelsea e Bayern coroarem uma geração vitoriosa para ambas as equipes e apagarem os recentes vice campeonatos na Champions.
O Bayern traz da decisão de 2010, contra a Inter de Milão, jogadores como Schweinsteiger, Muller e Gomez para tentar fazer história e conquistar o torneio mais importante do mundo da bola, depois da Copa do Mundo, em pleno Allianz Arena (vale lembrar que o local da decisão é escolhido com muita antecedência). Não acredito que o fator casa ajude o time alemão, pois como o local é escolhido antes de se saber os times que irão disputar a final não há garantias de que a torcida será a favor do Bayern. Outro ponto que pode pesar contra é a paciência do torcedor bávaro, que anda desconfiada com seu time após apanhar de 5 a 0 do Borussia na final da Copa da Alemanha e após o vice campeonato local pelo segundo ano seguido. Os desfalques defensivos também pesam contra o time alemão, que não poderá contar com o lateral esquerdo Alaba que provavelmente será substituído pelo Rafinha (Lahm viria jogar na esquerda para o brasileiro atuar pela direita), o zagueiro Badstuber que dará lugar para o experiente Van Buyten que não atua há 4 meses devido uma fratura no pé e o meio campista brasileiro Luiz Gustavo, que ainda não tem um substituto definido. A grande esperança para o título parte dos pés de Ribery, Robben e dos gols do Super Mário, vice artilheiro da competição.

Já pelo lado dos Blues existe a  possibilidade de consagração de Drogba, Terry e Lampard após o vice campeonato da Champions de 2008, onde a equipe de Londres foi derrotada pelo rival vermelho de Manchester. O Chelsea vem embalado após eliminar o grande favorito ao título da Champions, e após a conquista da FA Cup com uma vitória de 2 a 1 sobre o Liverpool. Porém, também terá desfalques consideráveis como o rápido Ramires, o xerife John Terry, o cão de guarda Raul Meireles, além de Ivanovic e Branislav. A boa notícia fica por conta da  recuperação de David Luiz e Gary Cahill que estavam machucados. Dessa forma o comandante do time inglês, Roberto Di Matteo, não precisará improvisar no seu sistema defensivo. A segurança de Petr Cech e o poder de decisão de Didier Drogba e Frank Lampard, além de ter uma consciência e uma aplicação tática muito grande são as armas do Chelsea para enfim triunfar no torneio.
Drogba: o guerreiro dos Blues
Particularmente, acredito na vitória dos ingleses. Mesmo com os desfalques consideráveis e com todo o favoritismo dado ao Bayern (com razão!), vejo nos ingleses um time focado e, após a troca de comando, um time unido.
A única certeza que temos é que será um grande jogo, que prova o porque deste esporte ser tão apaixonante, afinal de contas quem esperava ver um Bayern x Chelsea na decisão da Champions este ano?


Nota do Editor: este é o texto de estréia de um dos nossos novos colaboradores, André Eduardo Mandu! Aproveito o espaço para dar as boas vindas e agradecer a contribuição! 
Críticas nos comentários serão muito bem vindas!
Leia Mais

Final de Semana de Campeões

A pré temporada dos grandes times brasileiros acabou. Os campeonatos regionais foram encerrados nesse final de semana e seus vencedores já nem comemoram mais. Em meio a uma profusão de taças levantadas neste domingo, apenas algumas valem destaque - e nem todas estão dentro do país.

Manchester é finalmente Azul
Na Inglaterra, o novo lado poderoso do futebol da Rainha, os cidadãos azuis de Manchester, ergueram o caneco após longos e sofridos anos assistindo o domínio do United. Um título, que por mais aguardado, vem de uma temporada fraca dos times britânicos. Foi estranho, um United de jogo feio, truncado e sem a qualidade dos últimos anos. Liverpool, Arsenal e Chelsea com enormes altos e baixos. O Manchester City mereceu, mas não deve sonhar alto para 12/13 se as coisas não mudarem por lá.

Na Espanha, o Real Madrid fechou o campeonato acima dos 100 pontos e Mourinho desfilou triunfante sobre o Barcelona na sua segunda temporada à frente do clube merengue. Ele conseguiu, de novo, vencer os rivais (a exemplo do que fizera quando comanda a Inter de Milão em 2010). Dessa vez, o resultado não foi no palco internacional da Liga dos Campeões por incompetência dos dois maiores times do mundo, que não conseguiram a sonhada vaga para uma final histórica entre ambos. Mas, mesmo assim, o técnico português conseguiu um belo estrago na Catalunha. Pep, o treinador de uma das equipes mais fantásticas e vitoriosas de todos os tempo, caiu. Uma nova era começa para o Barça depois de uma temporada frustrada (após muitas de excelência). Um novo – provavelmente tão bom quanto o outro – Barcelona deve surgir, porém diferente. Veremos se o estilo de jogo era de Pep ou da tão aclamada filosofia de futebol do Barcelona.

A Squadra invicta da Itália
Na Itália a Juventus se reergueu em grande estilo, depois dos escândalos das apostas há algumas temporadas atrás, e foi campeã invicta. Num campeonato onde o velho estilo italiano voltou, jogos truncados e feios, decididos com raça e gols chorados, a Velha Senhora fez o que sempre soube fazer. Não perder. Um time extremamente seguro e regular, incapaz de ser batido por qualquer outro, caminhou sempre bem ao longo do campeonato. Mesmo que não tenha sido brilhante, nunca se duvidou que brigariam pelo Scudetto e, já nas últimas rodadas, não havia nem mais a hipótese de perdê-lo. Turim deve ser uma cidade que vai vibrar na Champions League do ano que vem, a Juve é novamente um time forte e cascudo. Ninguém passará fácil por essa renovada squadra.

E no Brasil, algumas equipes utilizaram bem os torneios regionais para chegarem preparadas ao Brasileiro (final de semana que vem) e para continuar na escalada rumo a títulos mais importantes, como Libertadores e Copa do Brasil. O Coritiba se mostrou mais uma vez um time forte no início do ano, jogando um campeonato paranaense regular e mostrando uma equipe que sabe o que faz em campo. O esforço valeu a taça Paranaense num emocionante Atletiba que foi decidido nos pênaltis. É hoje o meu candidato favorito para levantar a Copa do Brasil.


Tricolor das Laranjeiras erguendo o Carioca
Neymar e Ganso: eles sabem
Por fim, é preciso falar de Fluminense e Santos. Os dois melhores times do Brasil no momento, junto do Corinthians. Ambas as equipes arrasaram seus adversários nas finais estaduais e carregam nas costas ótimas atuações das oitavas da Libertadores. O Fluminense soube vencer o Inter, e atropelou o Botafogo com autoridade para ser campeão Carioca. Já o Santos humilhou o Bolivar e jogou fácil para erguer o Paulistão contra o Guarani. Os dois entram em semana decisiva e de jogos complicados pela Libertadores, mas entram fortes e impondo respeito diante dos adversários. O Velez (enfrentará o Santos) e o Boca Juniors (pega o Flu) com certeza estão temerosos. Aposto nos dois times brasileiros para seus duelos. Eles souberam usar a pré temporada dos regionais.

Que a temporada brasileira comece e que a final da Champios League se prove digna de uma final!

Ciao!



Leia Mais

Liga Europa - Batalha entre experiência e juventude

Caros boleiros,

Título merecido
Ontem tivemos a definição da Liga Europa, o 2º torneio continental mais importante da Europa e provavelmente o 3º do Mundo, só perdendo para as grandes Liga dos Campeões e a Libertadores da América. Disputado na cidade de Bucareste, Roménia!

A competição é bastante forte, geralmente com um punhado de times grandes que não conseguiram chegar na irmã maior, mas nem por isso é menos disputada, os times consideram um grande prestígio conquistar essa taça, repleta de glória e história herdada da antiga Taça da UEFA, bem ao contrário do que ocorre com a nossa Sulamericana, competição que acaba desprestigiada por ter um formato ainda estranho aos clubes.

A final foi disputada por 2 times espanhóis, Athletic de Bilbao e Atlético de Madrid, curiosamente dois times irmãos, que no início do século passado era na verdade 1 único time, mais tarde por divergências políticas, alguns dissidentes decidiram se separar e fundar o time de Madrid, na capital espanhola.

O Bilbao veio como grande sensação dessa competição, com um time novo e inexperiente, vimos uma sequência de jogos excelentes, inclusive eliminando o poderoso Manchester United nas oitavas de finais. Com a chegada de Bielsa no comando do time presenciamos uma revolução no modo de jogar e uma evolução enorme do elenco do Athletic, que tem o jovem atacante matador Fernando Llorente como seu principal destaque, além de alguns outros jovens talentos, como o habilidoso Iker Muniain e o competente Javi Martinez.

Diego se reencontrou com a bola!
Enquanto isso o Madrid, campeão da Liga Europa em 10/11, veio calejado para a competição, com o antigo ídolo argentino Diego Simeone no comando, e um elenco mais balanceado entre experiência e juventude. Seu estilo de jogo é bastante versátil, e jogo apos jogo, vimos um Atlético que se adaptava ao modo de jogar do adversário e sempre buscou anular as principais armas dos times que enfrentava, e obteve sucesso em todos os jogos, foram 12 jogos na fase de mata mata, e 12 impressionantes vitórias, tanto em casa quanto fora. Seus principais destaques foram o monstro Falcão Garcia, que havia levado o Porto ao título no ano anterior e esse ano repetiu a dose, além do conhecido brasileiro Diego, ex-Santos, que foi o rei das assistências da competição.

O que vimos em campo foi um Bilbao tentando exercer o seu jogo costumeiro e o Madrid simplesmente anulando todas as jogadas, logo de cara, aos 6 minutos de jogo, Falcão em um contra ataque rápido pela direita acertou um belo chute e matou o adversário, que teve que ir pro ataque o jogo todo. Dessa forma o Madrid apenas cercou o adversário, anulou suas jogadas e seus jogadores e aguardou as oportunidades para liquidar o confronto, que terminou em um 3x0, com o time basco bastante frustrado por não ter conseguido corresponder as expectativas.
Bilbao em dificuldades com Falcão Garcia
Creio que o que pesou mais nesse jogo foi a experiência, enquanto o Bilbao jogava nervoso, errava bastante e não conseguia penetrar na área adversária, o Madrid fazia seu jogo, tocava bem a bola, marcava bem os adversários e na hora de decidir, Falcão estava lá, com uma tranquilidade enorme para marcar 2 gols de extrema categoria na 2ª final mais importante do continente e da sua carreira, e terminar pelo 2º ano consecutivo como artilheiro da competição.

Ao Athletic de Bilbao restou a lição e o ganho de experiência proporcionado aos seus jovens talentos, que devem crescer de produção na próxima temporada e se colocarem como candidatos a uma vaga na Liga dos Campeões.
Ao Madrid, a glória pela 2ª vez, e o retorno, quem sabe, ao posto de 3º melhor time espanhol, sempre atrás dos poderosos Barcelona e seus rivais, o Real Madrid.
Leia Mais

Editorial: 10.000 Visitas!

Caros boleiros,

chegamos ao final do nosso 4º mês de existência, e é com muita felicidade que posso dizer que continuamos a crescer em relevância!
No mês de Abril atingimos a histórica marca de 10.000 visualizações! O que dá enorme satisfação para o autor que vos fala e para toda a equipe do Arredonda!
Agora já estamos quase com 13 mil visualizações, isso faz com que tenhamos uma média diária de mais de 100 visitas por dia, é pouco comparado a grandes portais, mas para nós mostra um crescimento constante e um reconhecimento do nosso trabalho.

Além disso o Arredonda recebeu uma menção de destaque no Jornal Diário Destak!
Pra quem não viu ainda, pode ver na página oficial do Arredonda no Facebook!

Aproveita e curte a página!

Obrigado a todos que tem lido e apoiado o Arredonda!
Sugestões, dúvidas e afins: blogarredonda@gmail.com


Em Abril além dos diversos jogos decisivos da Champion League, tivemos também o final da fase de pontos dos Campeonatos Estaduais, e o Arredonda aproveitou para tocar nesses assuntos, entre outros.
Seguem nossos destaques:

Pequeno grande time!
Após a fantástica classificação do Apoel para as quartas de finais da Liga dos Campeões, pudemos realizar uma análise desse time do pequeno país do Chipre e entender o trabalho feito para que o time atingisse esse marco histórico!

Mais uma revelação Catalã!
Aqui foi feita uma análise do mais novo garoto revelado pela academia de jovens do Barcelona, Isaac Cuenca chamou a atenção do mundo todo ao ser escalado como titular nos últimos jogos da Liga dos Campeões. Será este um novo craque? Ficaremos de olho!

Merecida homenagem a uma Lenda!
Neste artigo o Arredonda prestou uma homenagem para um dos maiores jogadores da história do Manchester e do mundo, considerado uma lenda em atividade e simplesmente incansável!
Confiram o vídeo feito por um fã que integra o artigo, vale a pena cada minuto!

A Final do sonhos que não aconteceu...
A Liga dos Campeões deste temporada prometia, com a rivalidade entre Real Madrid e Barcelona em ebulição, o sorteio da Champions permitiu que os dois só se encontrassem em uma possível final. Mas ninguém contava que o Chelsea e o Bayern de Munique ficariam no caminho e fariam a final mais inesperada de todas as possíveis!


E assim começa nosso mês de Maio, mês em que terminará todas as ligas europeias e ainda teremos a não tão esperada final da Liga dos Campeões! Sem contar a fase eliminatória da Libertadores!

Comentem e participem conosco!
Abraços!


Leia Mais